photo 9590ad90-645d-45c2-a6e4-91e48213f14b_zpsrvkhcolv.jpg
| Mistic Angel

18 de abril de 2012


Aparências

Não acuse o irmão que parece mais abastado. Talvez seja simples escravo de compromissos.
Não condene o companheiro guindado à autoridade. É provável seja ele mero devedor da multidão.
Não inveje aquele que administra, enquanto você obedece. Muitas vezes, é um torturado.
Não menospreze o colega conduzido a maior destaque. A responsabilidade que lhe pesa nos ombros pode ser um tormento incessante.
Não censure a mulher que se apresenta suntuosamente. O luxo, provavelmente, lhe constitui amarga provação.
Não critique as pessoas gentis que parecem insinceras, à primeira vista. Possivelmente, estarão evitando enormes crimes ou grandes desânimos.
Não se agaste com o amigo mal-humorado. Você não lhe conhece todas as dificuldades íntimas.
Não se aborreça com a pessoa de conversação ainda fútil. Você também era assim quando lhe faltava experiência.
Não murmure contra os jovens menos responsáveis. Ajude-os, quanto estiver ao seu alcance, recordando que você já foi leviano para muita gente.
Não seja intolerante em situação alguma. O relógio bate, incessante, e você será surpreendido por inúmeros problemas difíceis em seu caminho e no caminho daqueles que você ama.

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Agenda Cristã.
Ditado pelo Espírito André Luiz


Um comentário:

Ivone Poemas disse...

Vanderlei, como sempre seus posts sempre têm algo a acrescentar ao nosso desejo de conhecer cada vez mais a melhor maneira de viver bem!
A experiencia da vida nos dá sempre essas chances de aprender a nunca julgar, pois quem pode mesmo saber o que vai nas almas das pessoas?!
Todos nós já passamos por situações em que nos olharam com censura sem ao menos nos darem chance de nos defendermos e isso é muito triste, muito mesmo!!!
Pois quem escreve sabe bem disso, não há quem escape, não há, somente pessoas sensiveis sabem como viver sem magoar ninguém!
Abraços amigo sensível e querido!
Ivone